Logo de II ConER

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Entendi

Informe as credenciais

Fechar janela

Ainda não possuo cadastro

Esqueci minha senha

Anais do Evento

Download do arquivo PDF dos Anais do II Congresso de Energias Renováveis

BIOCOMBUSTÍVEIS

INFLUÊNCIA DO NÍQUEL NA PRODUÇÃO DE BUTANOL POR Clostridium beijerinckii UTILIZANDO O HIDROLISADO DA CASCA DO COCO VERDE

Everaldo Silvino dos Santos1, Beatriz Meneghetti Araújo1, Otávio L Silva1, Beatriz Azevedo1, Petrúcia Karine Santos Brito Bezerra1, Stephanie Caroline Bivar Matias1

1Universidade Federal do Rio Grande do Norte
E-mail: petruciakarine@hotmail.com
Este estudo avaliou a influência do níquel na conversão de açúcares (ART), presentes no hidrolisado da casca do coco verde (HCCV), em butanol e outros produtos. Foram realizados ensaios fermentativos a 37°C, iniciando com 19,4g/L de ART e 1g/L de inóculo (C. beijerinckii). O HCCV foi suplementado com triptona, extrato de levedura, acetato de amônio, minerais e tampão fosfato. Duas condições foram testadas: com e sem adição de níquel (c/Ni e s/Ni, respectivamente). As concentrações de ART e demais produtos foram determinadas por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). A produção de butanol foi maior no HCCV s/Ni, alcançando uma concentração de 2,14g/L de butanol. Portanto, a presença do níquel no hidrolisado, nas condições de processo estudadas, não se mostrou favorável à produção de butanol.

Palavras-chave: Coco verde, resíduo, fermentação, butanol, níquel

Agradecimentos: Os autores agradecem ao CNPq e a Capes.


Pesquisa por resumos apresentados

Pode-se escolher por um ou mais filtros de pesquisa