Logo de II ConER

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Entendi

Informe as credenciais

Fechar janela

Ainda não possuo cadastro

Esqueci minha senha

Anais do Evento

Download do arquivo PDF dos Anais do II Congresso de Energias Renováveis

BIOCOMBUSTÍVEIS

COMPARAÇÃO ENTRE MÉTODOS DE EXTRAÇÃO DO ÓLEO DE OURICURI (Syagrus coronata) PARA PRODUÇÃO DE BIODIESEL

Thailys Campos Magalhães1, Ana Carolina de Santana Moura1, Miryam Torres dos Santos Cunha1, Luana Laís da Silva Freire1, Tertuliano Ferreira Moreno1, Jéssica Malaquias da Silva1

1Universidade Federal de Alagoas - UFAL
E-mail: tertuliano.f.m@gmail.com
O ouricuri (Syagrus coronata) é um fruto abundante na região Nordeste do Brasil, possui uma árvore resistente, perene e sua amêndoa apresenta elevado teor de óleo. Deste modo, apresenta-se como uma excelente matéria-prima para produção de biodiesel, uma alternativa renovável aos combustíveis fósseis. Este trabalho teve como objetivo a extração de óleo vegetal do ouricuri, avaliando a quantidade de óleo extraído, assim como, o comparativo quanto à eficiência dos métodos de extração empregados. Adotou-se a seguinte metodologia: Os frutos foram colocados em caldeira para cozimento e secados em estufa, a polpa do ouricuri foi separada manualmente da casca, sendo divididas em duas amostras, a primeira foi destinada a prensagem hidráulica em batelada e na segunda foi realizado o processo de extração por solvente, utilizando o extrator soxhlet. Quando foi iniciado o processo de extração na prensa hidráulica, ao exercer força constante na oleaginosa, foi possível verificar que a extração do óleo ocorreu de imediato e a quantidade de óleo sendo extraído foi aumentando ao longo do tempo. Na extração por solvente foi observado uma maior porcentagem de óleo extraído da mesma oleaginosa, isso se deve ao fato que o processo com solvente é mais eficiente se comparado com a extração hidráulica. Pois, a superfície de contato entre a amostra e o solvente é maior. Fatores como a granulometria, tempo de residência, tipo de solvente e temperatura do processo, influenciam diretamente na eficiência do mesmo. Portanto, pelo método da prensa hidráulica foi possível observar uma rápida extração de óleo, após exercida força sobre a amostra e já no método da extração por solvente, notou-se maior eficiência na extração de óleo da amostra, ele é feito de modo controlado onde é necessário a escolha adequada do solvente para que possua afinidade com a matéria-prima.

Palavras-chave: ouricuri, extração, biodiesel.

Agradecimentos: Ao Laboratório de Sistemas de Separação e Otimização de Processos, A Universidade Federal de Alagoas.


Pesquisa por resumos apresentados

Pode-se escolher por um ou mais filtros de pesquisa