Logo de II ConER

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Entendi

Informe as credenciais

Fechar janela

Ainda não possuo cadastro

Esqueci minha senha

Anais do Evento

Download do arquivo PDF dos Anais do II Congresso de Energias Renováveis

BIOCOMBUSTÍVEIS

Construção de uma usina de baixo custo para fabricação de biodiesel a partir de óleo residual de fritura

Alex Aguiar da Silva1, Paulo Alberto Bezerra da Silva1, Fabrício Batista dos Santos1, Gabriel dos Santos Cansanção1

1Instituto Federal de Alagoas
E-mail: alex.aguiar@ifal.edu.br
O crescente aumento populacional atrelado ao consumo exponencial de energia no mundo, vem trazendo consigo sérios problemas e danos ambientais severos e intensos. Atrelado a esse dramático cenário, o descarte incorreto de resíduos líquidos domiciliares, como óleos residuais de fritura, vem intensificando a agressão antropogênica ao meio ambiente. Nessa perspectiva, esse trabalho tem como objetivo demonstrar a fabricação de uma usina de baixo custo, com valor médio de R$ 3.000,00, com capacidade de produção de 200L por batelada de biodiesel via transesterificação com catálise básica tendo como principal insumo a utilização de óleo residual, o que torna o projeto ainda mais atrativo, tendo em vista que o descarte desse resíduo líquido de forma indevida tem um elevado potencial de poluição do meio ambiente, além de ser um projeto inovador no estado de Alagoas, visto que o estado consta apenas com unidades didáticas experimentais de baixa escala de produção. A usina é composta por dois tanques de polipropileno com capacidade máxima de 200 L cada; um motor elétrico de 3CV de potência para mistura e homogeneização térmica dos reagentes e insumos; uma bomba de 1,5 CV de potência para promover a mistura e transporte do óleo do primeiro tanque para o segundo; 5 metros de tubulação de PVC de 32 mm de diâmetro para transporte dos produtos; 8 resistências térmicas para aquecimento do óleo e reagentes e seis válvulas de retenção. O biodiesel a ser fabricado deve conter as seguintes especificações reacionais: temperatura reacional de 65°C, proporção molar de metanol para óleo de 9; concentração de NaOH de 0,73% da massa de óleo, tempo reacional de 45 minutos e tempo de descanso de 4 horas. Espera-se produzir biodiesel com uma eficiência média de 92%, de forma que o tempo de retorno do investimento da usina de baixo custo, com uma produção de uma batelada de 100L por semana, seja nos primeiros meses de operação. Além das vantagens até aqui elucidadas, essa usina será fundamental para a inserção de mais um tipo de energia oriunda de biomassa na matriz energética do estado de Alagoas, de forma sustentável e ecológica.

Palavras-chave: biocombustíveis, biodiesel, óleo de fritura.

Agradecimentos: Agradeço ao Instituto Federal de Alagoas pelo apoio, suporte técnico e financiamento do projeto de pesquisa e a Usina Coruripe pela doação de materiais fundamentais para fabricação da usina


Pesquisa por resumos apresentados

Pode-se escolher por um ou mais filtros de pesquisa

O congresso visa o encontro de profissionais, pesquisadores, centros de pesquisa, empresas e universidades para debater o uso e aplicação dos tipos de energias renováveis, bem como sua importância na sociedade, incentivando a pesquisa e o desenvolvimento científico por meio de palestras e apresentações de trabalhos.